Vivências de Luiza

 

Luiza Ferreira vem se destacando na utilização da Internet para disseminação de sua carreira. Depois do blog que mantem há 2 anos, acaba de lançar um site bilíngue, onde expõe suas criações e vivências. Após um período em Londres, de estudo e aprendizado, também começa a gerar conteúdo exclusivo para a empresa Galileu Tecnologia.

Acompanhe a entrevista:

- Como você vê suas criações?

Bom, em todas as minhas criações até agora eu procuro trabalhar com um material específico, como o couro. Tento explorar todas as suas utilidades, experimentando o novo e executando técnicas manuais únicas. Todas as peças são bem elaboradas, com a principal influência a natureza. A delicadeza se destaca. Já minhas inspirações busco no que já vivi, e no que vivo e vejo todos os dias. O olhar aguçado tem que despertar minhas emoções.

- Como está o mercado de moda, em Londres? Pode nos falar um pouco?

O mercado de moda em Londres é muito vasto e apresenta grifes de peso, como Vivienne Westwood (grande parceira da Melissa do Brasil), Burberry, Temperley London e, em especial, Alexander McQueen.

Por ser uma cidade muito grande, a concorrência pode dificultar as coisas no começo. Mas o interessante é que a cidade está apoiando cada vez mais as criações de jovens designers, dando, assim, uma oportunidade única de entrar nesse mundo criativo. Eu diria que o que se destaca, principalmente aqui, é o movimento cultural dos mercados de rua e também da moda de rua. Brick Lane, Old Spitalfields Market, Portobello Market… Não há igual. Não há metrópole no mundo com tantas opções e variedades. Outro detalhe muito curioso, também, é o crescimento de lojas-conceito e diferenciadas, como a multimarcas Dover Market, que criou uma atmosfera incomparável. Cada marca é representada de forma absoluta dentro da sua identidade. É incrível como a exclusividade e a alta criatividade aqui fazem a diferença e estão por toda parte. Irreverência é a palavra-chave.

- Viver fora do País oferece qual tipo de visão ao profissional de moda?

Viver fora do País é uma experiência única para qualquer profissional! Imagino que para o profissional de moda é a vivência dentro de uma cultura totalmente diferente. Isso afeta profundamente as suas emoções e, consequentemente, suas criações. O design e a arquitetura que cada cidade oferece também influenciam. Londres tem um grande impacto entre a arquitetura antiga e a alta tecnologia – de um lado se vê a Tower Bridge; do outro, Millennium Bridge. É uma quebra magnífica.
O contato com o novo faz com que nossas mentes se abram, e ficamos muito mais receptivos para as mudanças, o desconhecido e o inesperado. É uma profunda viajem ao nosso interior, que potencializa nossas forças e crenças.

- Além do seu blog, você também assina uma coluna no site da empresa Galileu. Como está sendo esta sua experiência de geradora de conteúdos para internet?

Ser geradora de conteúdos nos dá a oportunidade de conhecer melhor o seu mercado, seu nicho. Hoje em dia, o contato direto com o seu cliente é fundamental para a sua sobrevivência. Ele está atento a tudo que acontece em sua volta, e é você que precisa descobrir suas necessidades. Quanto mais informações você der, melhor será seu relacionamento, pois você cria diferenciais e tem a oportunidade de transmitir a identidade que deseja.

Entrevista a Manoel Fernandes Neto